fbpx

Educação é peça-chave para evolução da Medicina Veterinária no Brasil

26 de abril de 2021

Para a Vetnil, a evolução da Medicina Veterinária é fruto da crescente busca dos profissionais por conhecimento técnico e desenvolvimento pessoal

A Medicina Veterinária encontra-se em um exponencial processo de evolução como ciência médica. Investe-se cada vez mais em equipamentos e exames complementares para obter correto diagnóstico e melhorar o prognóstico dos pacientes. Além disso, há exigência do mercado por profissionais em constante atualização de conhecimento técnico e desenvolvimento de habilidades interpessoais.

Para a Vetnil, presenciar e contribuir com a evolução da Medicina Veterinária é parte essencial de sua missão para proporcionar saúde e bem-estar animal. Os desafios relacionados à profissão são cada vez mais complexos. Ao mesmo tempo, eleva-se a oferta e a diversidade de ferramentas de apoio para superá-los.

Desafios da Medicina Equina

O Brasil apresenta um cenário singular quanto à Medicina Veterinária. Com mais de 400 faculdades, o país está entre aqueles com maior quantidade de profissionais formados no mundo. Isto tem impactado nos critérios para uma boa colocação no mercado, bem como para sua remuneração.

Ao adaptar-se aos desafios do mercado, a medicina equina passou por significativas mudanças. Dentre elas, a busca por ambientes hospitalares, que contam com estrutura para procedimentos de alta complexidade; a crescente especialização dos médicos veterinários; e a valorização de espaços de troca de conhecimento, como congressos e simpósios. Algumas características de um bom profissional, entretanto, permanecem imutáveis.

Há mais de 30 anos trabalhando no Jockey Club de São Paulo e sendo recordista em número de estagiários, tendo supervisionado mais de 2 mil ao longo de sua carreira, Reinaldo de Campos compartilha sua percepção em relação àqueles que obtiveram sucesso. “Falo com toda certeza que, além do conhecimento técnico, o profissional tem que ter garra, ter força de vontade, perseverança e persistência”, assegura.

Evolução na educação

Para o médico veterinário Jairo Jaramillo Cárdenas, professor e especialista em Ortopedia Equina, a concorrência desse mercado hoje está no conhecimento. “Os ciclos da humanidade mudam a cada sete, dez anos. Na Medicina Veterinária, isso tem sido mais precoce. As mudanças na vida cotidiana da humanidade, como os indivíduos utilizam serviços de transporte, ouvem música e assistem vídeos, têm acontecido de forma mais demorada, em comparação com os avanços da educação na Medicina Veterinária”, garante.

Segundo Jairo Cárdenas, as pessoas que querem concorrer na indústria equina não devem só se capacitar tecnicamente, como também buscar desenvolvimento em outras áreas, para alavancar a carreira. “Antigamente, a concorrência era por preço ou pela baixa oferta de profissionais em determinadas regiões. Hoje, o setor começa a concorrer por conhecimento técnico e outras habilidades paralelas, como o desenvolvimento empresarial, comunicação com o cliente e liderança de equipes”, frisa o professor.

O médico veterinário Eider Leandro, especialista em Diagnóstico e Cirurgia Equina, explica que há uma expansão nos hospitais e clínicas de equinos no Nordeste, que se deu pelo avanço da educação e da capacitação dos profissionais da área, especialmente através dos cursos de pós-graduação, que chegaram a todos os estados da região. “A educação continuada é o principal motivo dessa crescente, bem como a vontade dos profissionais em se especializar. Aqui, temos uma grande demanda de animais atletas para Vaquejada e Marcha”, destaca.

Eider, que também é presidente da Associação dos Médicos Veterinários de Equídeos da Bahia (AMVEBA), destacou ainda as principais mudanças no mercado. “Com a crescente dos Esportes Equestres, o valor zootécnico dos animais aumentou, bem como a responsabilidade do médico veterinário. Outra mudança é a quantidade de profissionais ingressando no setor todos os anos. Para ter um diferencial, é necessário foco, disciplina e gostar do que faz. Só os bons se sobressaem e sobrevivem nesse mercado cada vez mais competitivo”, alerta.

Dia Mundial da Medicina Veterinária

Anualmente, no último sábado do mês de abril, é celebrado o ‘Dia Mundial da Medicina Veterinária’. A data foi estabelecida há 19 anos, pela Associação Mundial de Veterinária (World Veterinary Association), com o intuito de promover a Medicina Veterinária em todo o mundo. Este ano, a celebração foi neste sábado, dia 24 de abril.

Acompanhe a Vetnil pelo Instagram @vetniloficial e pelo site: www.vetnil.com.br