Cerca de 20% dos cães e gatos apresentam osteoartrose!

8 de julho de 2021

Com o objetivo de levar informações aos tutores, a Vetnil lança a campanha Julho Pet Articular – Mês da Conscientização de Doenças Articulares

Qual tutor não fica preocupado ao ver seu pet mancando e com dificuldades de se locomover? O que parece um problema simples na pata pode, na verdade, sinalizar algo mais grave, como as doenças articulares, especificamente a osteoartrose. A enfermidade é muito comum em animais idosos, mas pode acometer qualquer espécie, raça ou idade e piorar no inverno, ocasionando mais dor e dificuldade de locomoção.

Pensando em alertar os apaixonados por pets sobre as doenças, a Vetnil promove a campanha Julho Pet Articular – Mês da Conscientização de Doenças Articulares Vetnil. A ideia é levar informação, orientação, dicas de cuidados e de tratamento aos tutores por meio de uma série de quatro vídeos produzidos em parceria com o Médico Veterinário Gustavo Vicente, especialista em Fisioterapia e Reabilitação Veterinária.

De forma geral, as doenças da articulação englobam artrite, artrose, osteoartrose, sinovites, necrose asséptica da cabeça do fêmur, displasia coxofemoral, entre outras. Cada uma delas apresenta frequência e evolução distintas, no geral acometendo cartilagens, ligamentos e o osso subcondral e sendo mais comuns nas articulações do ombro, cotovelo, quadril e joelhos.

Cerca de 20% dos cães e gatos apresentam osteoartrose, o que pode gerar dor crônica. Nesse caso, é importante ficar alerta ao comportamento dos pets. Em cães, é comum haver alterações de comportamento, atrofia muscular, dificuldade de caminhar e se movimentar, letargia e tendência a lamber constantemente as articulações acometidas. Já os gatos costumam apresentar irritabilidade, menor tolerância ao contato, mudança dos locais usuais de descanso, além da diminuição da interação com o dono e mudança no padrão de ingestão de água e comida.

Daí a importância de realizar acompanhamento veterinário desde os primeiros sintomas. Em alguns casos, existe a recomendação de terapia preventiva, que envolve uso de medicamentos condoprotetores, além de medidas como a prática de exercícios físicos leves e controle de peso. Os condroprotetores também podem ser utilizados na articulação já acometida, visando recuperar a função articular, em conjunto com outras terapias para controle da dor e melhora do quadro geral do animal, a fim de promover qualidade de vida.

Os vídeos serão divulgados semanalmente ao longo deste mês, com início em 8 de julho, e estarão disponíveis nas redes sociais da Vetnil.

Confira os vídeos:

Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=WCo0knqs8Sw

Instagram: @vetniloficial

Facebook: Vetnil