Produtos Equídeos

Ginovet

Tabletes efervescentes

A retenção da placenta é fenômeno bastante frequente nos animais, seja como ocorrência primária, ou como consequência de uma afecção pré-existente, especialmente endometrite. A rapidez de expulsão da placenta varia conforme a espécie. Na égua, considera-se haver retenção quando a placenta não for expelida dentro de 1 hora após o parto; na vaca e na ovelha, esse período é de aproximadamente 6 horas. A maiora dos casos de retenção de placenta é acompanhada de graus variados de metrite e é raro que as membranas permaneçam no útero 48 horas, sem que ocorra infecção. Por isso, é imprescindível instituir precocemente uma terapia antimicrobiana na cavidade uterina em todos os casos de demora na expulsão da placenta e também nos casos em que tenha sido indicada e realizada a extração manual das membranas.

Ginovet Tabletes Efervescentes trata e/ou previne a infecção uterina, ao mesmo tempo em que favorece a expulsão da placenta. A ação antimicrobiana do Cloridrato de Tetraciclina é ampla, combatendo muitos microorganismos aeróbitos, gram + e gram -.

O excipiente efervescente de Ginovet permite rápida desintegração do tablete e difusão do princípio ativo por toda a cavidade uterina, auxiliando na limpeza do conteúdo purulento, favorecendo uma ação mais efetiva do agente antimicrobiano.

Indicação do produto

Ginovet Tabletes Efervescentes  é indicado no combate aos principais agentes causadores das endometrites e vaginites em:

Éguas: Causados por Streptococcus zoopidermicus, Klebsiella pneumoniae, Corynebacterium equii, Haemophylus equigenitalis.

Porcas: Causados por Staphylococcus hyicus, Streptococcus spp, E. coli, Klebsiella spp, e espécies de Mycoplasma spp.

Vacas: causados por Streptococcus spp, Corynebacterium spp, E. Coli, Actinomyces pyogenes, Klebsiella spp, Fusobacterium nechroforum, algumas espécies de Proteus Pseudomonas.

Ovelhas: causados principalmente por Campylobacter spp.

Também é indicado como agente preventivo de infecções do endométrio na retenção de placenta; após cesarianas; nos partos distócicos ou quando houver auxílio obstétrico; nas fetotomias e nos partos normais quando as condições de higiene forem deficientes.

Níveis de garantia do produto, cada tablete contém

Tetraciclina (Cloridrato)……………………………………………..1,0 g

Excipientes efervescente…………………………………………….7,0 g

Modo de usar

Vacas e Éguas:

Tratamento:

• Endometrites: Introduzir na cavidade uterina 2 tabletes por dia, até a cura completa.

• Vaginites: 1 tablete por dia até a remissão do processo.

Controle:

• Na retenção de placenta: Após 12 horas, 2 a 3 tabletes distribuídos pela cavidade uterina, entre endométrio e as secundinas. Se necessário, repetir no 3º, 6º e 9º dia.

• Após o parto ou fetotomia: Introduzir no útero 1 a 2 tabletes.

Ovelhas e Porcas:

Tratamento:

• Endometrites: Introduzir na cavidade uterina 1 tablete por dia, até a cura completa.

• Vaginites: 1 tablete por dia, até a remissão do processo.

Controle:

• Na retenção de placenta: Após 12 horas, 1 tablete na cavidade uterina, entre o endométrio e as secundinas. Se necessário, repetir no 3º, 6º e 9º dia.

• Após o parto ou fetotomia: Introduzir no útero 1 tablete.

Qualquer alteração na posologia e modo de usar fica à critério do Médico Veterinário.

Período de carência

Não consumir o leite de fêmeas lactantes antes de 96 h da última aplicação. Não abater os animais para consumo humano antes de decorridos 22 dias de suspensão do tratamento.

Apresentação

Cartuchos contendo 48 tabletes, acompanhados de luvas plásticas.

Veja também