Mata Ciliar inicia projeto para conservação da onça pintada

22 de março de 2016

Desde o começo do ano, a Associação Mata Ciliar, ONG parceira da Vetnil, iniciou um projeto pioneiro para a conservação da onça pintada: a criopreservação de sêmen e inseminação artificial dessa que é uma das espécies mais ameaçadas de extinção no Brasil.

A iniciativa – em colaboração com a Center for Research of Endangered Species of Zoo and Botanical Garden of Cincinnati (EUA) e a Universidade Federal do Mato Grosso – conta com a participação do especialista em reprodução de animais selvagens Willian Swanson e tem por objetivo, em sua primeira etapa, colher e congelar o sêmen de alguns machos.

Já a segunda fase prevê a inseminação artificial nas onças, num trabalho que deve levar mais de três anos para ser concluído.

No final desse ano, Swanson volta ao Brasil para avaliar a qualidade do material coletado e qual das técnicas de congelamento deu mais resultado. O especialista já reproduziu esse estudo em tigres siberianos com sucesso e pretende agora, com o projeto brasileiro, melhorar o banco genético da onça pintada.

Foto: Mata Ciliar