No Março Amarelo, Vetnil alerta para a importância do acompanhamento veterinário

12 de março de 2020

Medida pode contribuir com a prevenção e combate a ocorrência de doenças renais

Difundida no mundo inteiro, a campanha do Março Amarelo foi idealizada com o intuito de conscientizar os tutores sobre a ocorrência da insuficiência renal em pets, principalmente a doença renal crônica (DRC), que acomete com frequência cães e gatos.  Além disso, busca reforçar a importância das visitas frequentes ao veterinário, como forma de prevenir e antecipar a ocorrência desses quadros.

Para Carla Coiro, coordenadora de desenvolvimento de produtos pet da Vetnil, a principal forma de prevenção é o diagnóstico precoce por meio do acompanhamento veterinário, o que permite a instauração do tratamento mais adequado, conferindo bem-estar e longevidade aos animais acometidos. “O veterinário não irá impedir que o pet desenvolva a doença, porém ele poderá realizar exames específicos que diagnostiquem o problema antecipadamente e, com isso, indicar o tratamento necessário desde cedo, impedindo a evolução da doença, que é progressiva e pode ser fatal”, afirma. 

O tutor também deve ficar atento a qualquer mudança de comportamento do pet que possa indicar esta enfermidade. Dentre os sintomas, Carla destaca: aumento da produção de urina, aumento da sede, anorexia, perda de peso, letargia, vômito, diarreia e desidratação. “Nos estágios iniciais os sinais são bastante inespecíficos, mas exames adequados conseguem indicar ao veterinário e direcionar os próximos passos a serem realizados nesses pacientes”, explica a veterinária. Outro sintoma comum, segundo ela, é a hipertensão arterial sistêmica, que pode ser um fator agravante. É importante ainda ressaltar que o tratamento nos estágios iniciais permite uma sobrevida mais longa em comparação a estágios avançados da doença, em que o comprometimento renal é maior (cerca de 75% dos néfrons acometidos, que são as estruturas anatômico-funcionais dos rins).No geral, doenças renais acometem de 0,5% a 1,5% da população de cães e de 1% a 3% da população de gatos.

Entre as raças mais propensas a problemas nos rins estão o Maine Coon, Abissínio, Siamês, Russian Blue e Burnese, para gatos, e diversas raças de cães como Beagle, Sharpei, Cocker Spaniel, Doberman Pinscher, Golden Retriever, Shih Tzu, Boxer, Buldogue, Poodle e Pastor Alemão. No entanto, é importante que independentemente da raça, todos os animais tenham a saúde acompanhada de perto por profissionais de área, com avaliações de rotina realizadas pelo Médico veterinário.

Sobre a Vetnil

Fundada há 25 anos pelo médico veterinário Dr. João Carlos Ribeiro, a Vetnil, empresa 100% nacional, atua em pesquisas e no desenvolvimento de produtos para a saúde e performance de pets e de equinos, estando entre as líderes de mercado nestes segmentos no Brasil. A companhia também exporta as suas soluções para diversos países e tem acumulado premiações importantes, como a “100 Melhores empresas para se trabalhar no Brasil” (Revista Época, 2006), “30 Melhores empresas para a mulher trabalhar” (Revista Época, 2006), “As 200 Pequenas e Médias Empresas Que Mais Crescem No Brasil” (Revista Exame, 2015), “Melhores do Agronegócio – As 10 melhores do Setor Saúde Animal” (Anuário do Agronegócio 2015, Revista Globo Rural), além de ter sido vencedora na categoria ‘Produtos Veterinários’ do Anuário do Agronegócio da Revista Globo Rural de 2016 e na categoria ‘Saúde Animal’ do Anuário do Agronegócio da Revista Globo Rural 2018.