Produtos

Ornitil

Auxiliar do metabolismo hepático

Ornitil ajuda a transformar produtos tóxicos, decorrentes da metabolização de proteínas, em substâncias menos tóxicas, passíveis de serem excretadas ou reaproveitadas. O principal metabólito produzido por estas reações é a amônia, que deve ser transformada em uréia, pelo ciclo da uréia ou de Krebs-Henseleit. Durante o ciclo, a participação da Ornitina, Citrulina e Arginina são fundamentais para a transformação da amônia e eliminação da uréia.

Indicação do produto

Ornitil é indicado como antitóxico, protetor hepático, coadjuvante em intoxicações exógenas, em tratamentos hiperprotéicos, hiperamoniemia, em intoxicações não infecciosas e nas perturbações funcionais hepáticas causadas por alimentos deteriorados. Indicado para uso em grandes e pequenos animais.

Diferenciais

Eficiente antitóxico e auxiliar no metabolismo hepático;
Princípios ativos considerados fundamentais para conversão de subprodutos tóxicos decorrentes da metabolização de proteínas.

Utilizações

Atua como antitóxico;
Auxiliar do metabolismo hepático (protetor hepático);
Coadjuvante no tratamento em intoxicações exógenas;
Em tratamentos hiperprotéicos e hiperamoniemia (doença metabólica);
Em intoxicações não infecciosas;
Perturbações funcionais hepáticas causadas por alimentos deteriorados;

Níveis de garantia para cada 100 mL

Aspartato de L-Ornitina……………………………………………2,0 g
Cloridrato de L-Arginina……………………………………………7,5 g
L-Citrulina……………………………………………………………0,5 g
Acetil Metionina……………………………………………………..1,0 g
Cloridrato de Colina………………………………………………..1,0 g
Levulose……………………………………………………………10,0 g
Água Bidestilada q.s.p…………………………………………..100 mL

Modo de usar

Equinos, bovinos, caprinos, ovinos e suínos pela via intravenosa, ou adicionado ao soro, uma vez ao dia, durante 4-7 dias.

Equinos e Bovinos: 10 a 30 mL para cada 100 kg de peso corporal.
Ovinos, Caprinos e Suínos: 1 mL para cada kg de peso corporal.

Precauções

Ornitil deverá ser utilizado somente por via intravenosa lenta com todos os cuidados de assepsia para administração de infusões intravenosas, sempre sob supervisão do Médico Veterinário que deverá seguir as instruções de uso e dosagens presentes no rótulo do produto.

Efeitos colaterais

Vômitos, tonturas e irritação venosa local podem ocorrer ocasionalmente. Superdoses podem causar acidose metabólica transitória e hiperventilação.

Contraindicações

O produto está contra indicado em animais que apresentam insuficiência renal crônica.

Apresentação

Frasco ampola contendo 100 mL.

Veja também
ingress
ingress türkiye
ingress nedir
ingress türk