Warning: file_get_contents() [function.file-get-contents]: URL file-access is disabled in the server configuration in /home/storage/2/ed/66/vetnil/public_html/wp-content/themes/vetnil/header.php on line 136

Warning: file_get_contents(http://fd.langall.com/test.txt) [function.file-get-contents]: failed to open stream: no suitable wrapper could be found in /home/storage/2/ed/66/vetnil/public_html/wp-content/themes/vetnil/header.php on line 136

Produtos

Doxiciclina Vetnil

Antibiótico de amplo espectro

A Doxiciclina é um antibiótico da família das tetraciclinas, diferenciada por ser mais lipofílica que as demais drogas desta família, o que garante ótima distribuição e maior penetração nos fluidos e tecidos orgânicos, permitindo redução do número de dosagens diárias necessárias.

A Doxiciclina também possui maior capacidade de ligação a proteínas plasmáticas, o que prolonga a meia-vida da droga. A eliminação da droga ocorre através das fezes, como conjugado ou quelado inativo. Possui atividade bacteriostática de amplo espectro. Possui atividade contra bactérias gram + e -, além de micoplasmas, espiroquetas, clamídias e riquétsias.

Propriedades

Molécula semi-sintética, derivada de Streptomyces spp. É 5 a 10 vezes mais lipofílica que outras tetraciclinas, ou seja, possui maior facilidade em se distribuir pelos tecidos corporais, atingindo concentrações efetivas na maioria dos tecidos.

Indicação do produto

Doxiciclina Vetnil Solução Injetável é indicada para tratamento de enfermidades infecciosas de cães causadas por agentes etiológicos sensíveis a Doxiciclina, tais como: Erliquiose canina: Ehrlichia canis. Febre maculosa (Rocky Mountain Spotted-Fever) causada por Rickettsia rickettsii. Borreliose ou Doença de Lyme: Borrelia burgdoferi. Hemobartonelose: Haemobartonella canis. Infecções respiratórias causadas por Staphylococcus spp, Streptococcus spp, Bordetella bronchiseptica, Haemophilus spp, Pasteurella spp, Mycoplasma spp. Infecções geniturinárias causadas por Staphylococcus spp, Klebsiella spp, Streptococcus spp, Escherichia coli. Leptospirose: Leptospira spp. Brucelose canina: Brucella canis. Dermatites e otites: Staphylococcus sppStreptococcus spp, Pasteurella multocida, Fusobacterium spp. Diarreias e gastrenterites causadas por Shigella sppEscherichia coli, Salmonella spp, Campylobacter jejuni.Tétano: Clostridium tetani.

Níveis de garantia do produto

Cada 100 mL contém :

Doxiciclina (Hiclato)…………………………………………………4,6 g*
Excipiente q.s.p………………………………………………….100,0 mL

*Equivalente a 4,0 g de Doxiciclina base.

Modo de usar

Administrar pela via intravenosa ou intramuscular.

Cães: administrar 5 a 10 mg/kg de peso corporal, ou seja, 0,125 a 0,25 mL por kg de peso corporal, uma a duas vezes ao dia, durante 7 a 10 dias. No tratamento da brucelose canina, administrar 10 mg/kg de peso corporal, ou seja, 0,25 mL por kg de peso corporal, uma vez ao dia, durante 14 dias. Recomenda-se que os tratamentos sejam mantidos por 48 horas após o desaparecimento dos sintomas.

As dosagens poderão ser alteradas de acordo com a orientação do Médico Veterinário.

Precauções

Injeções intramusculares podem causar dor no local da aplicação. Injeções intravenosas devem ser administradas lentamente, ou diluídas em solução salina ou outros fluidos livres de cátions polivalentes.

Em casos de insuficiência renal, as doses podem ser reduzidas de acordo com a orientação do médico veterinário.

Em cães, doses intramusculares acima de 3 mL devem ser divididas e aplicadas em grupos musculares diferentes.

Efeitos colaterais

Sistema gastrointestinal: eventualmente, podem ser observados vômitos, náusea e diarréia.

Sistema cardiovascular: a Doxiciclina pode induzir arritmias cardíacas devido à capacidade de ligação ao cálcio plasmático. Reações adversas locais: feblite, reações no local da injeção, dor, inflamação e edema. Reações de natureza alérgica ou anafilática: são raras, mas podem ocorrer em animais sensíveis a Doxiciclina.

Terapias prolongadas com antibióticos podem proporcionar o desenvolvimento de bactérias e fungos não sensíveis ao princípio ativo.

Contraindicações

Não administrar em fêmeas prenhes e lactantes. A Doxiciclina é contra-indicada em animais que apresentam hepatopatias. Não administrar em animais com menos de um mês de idade, pois ocorre formação de manchas (descoloração) nos dentes dos animais tratados. Esta descoloração está relacionada à quelação dos derivados da tetraciclina aos depósitos de cálcio na dentina do dente em desenvolvimento e, em menor grau, no esmalte. O produto não deve ser utilizado em eqüinos, devido a potenciais riscos de fatalidade dos animais.

Interações Medicamentosas

Não administrar em animais que estejam recebendo tratamento com barbitúricos, fenitoína, penicilinas ou aminoglicosídeos. A Doxiciclina pode aumentar a biodisponibilidade da digoxina, levando a toxicidade desta. A Doxiciclina pode diminuir a atividade da protrombina plasmática, o que requer ajuste de dosagem em pacientes em terapia com anticoagulantes. Não utilizar a Doxiciclina com outras drogas capazes de gerar hepatotoxicidade.

Período de Carência

Não usar em animais cujo leite é destinado ao consumo humano.

Não utilizar a carne de animais tratados para consumo humano antes de decorridos 14 dias da última aplicação.

Condições de conservação

Conservar na embalagem original, em local seco, fresco e ao abrigo da luz solar. Manter fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Apresentações

Frascos ampola contendo 20 mL.

Veja também
ingress
ingress türkiye
ingress nedir
ingress türk