Site_Release_1200px_2018

Dezembro Verde: Não ao abandono de animais

7 de dezembro de 2018

Dezembro Verde: Vetnil apoia campanha contra o abandono de animais

 A ação visa conscientizar a população sobre a guarda responsável dos pets, principalmente
nos meses de dezembro e janeiro, quando o
número de animais abandonados aumenta

Para conscientizar a população sobre a guarda responsável dos pets, diversas cidades brasileiras aderem à campanha “Dezembro Verde – Não ao abandono de animais”. A escolha do mês de dezembro foi justamente por ser o período em que o número de abandonos cresce em relação à média anual, principalmente por ser um período de férias, quando muitas famílias viajam e optam por rejeitá-los.

Há ainda outros fatores que motivam o abandono dos companheiros de quatro patas, como ninhadas inesperadas, animais de grande porte para espaços pequenos, alteração do nível econômico ou desemprego do tutor, mudança de endereço, perda de interesse ou comportamento problemático do animal, alergia de algum membro da família, nascimento de um filho, internação ou morte do dono ou cuidador, entre outros. Estima-se que no Brasil existam cerca de 30 milhões de pets abandonados, sendo 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães, o que compreende a quase 4% dos cães abandonados no mundo.

A Vetnil, uma das líderes em saúde animal no Brasil, apoia a campanha Dezembro Verde e como parte de suas ações sociais, firmou parceria com a ONG AMALO, de Louveira, cidade sede da empresa. “É necessário ter consciência que ao decidir ter um pet, o tutor precisa fornecer alimentação, moradia adequada, bem-estar e saúde ao animal. Os pets que são abandonados não foram criados para sobreviver nas ruas e podem sofrer com a fome, atropelamentos, envenenamentos, maus-tratos e enfrentar inúmeras outras situações adversas. Sabemos, infelizmente, que há ainda muitos casos de abandono no país e o nosso compromisso em contribuir com a ONG AMALO nos coloca como agentes para a minimização do sofrimento destes animais”, afirma Cristiano Sá, diretor de marketing e novos negócios da Vetnil.

O executivo ressalta que o abandono de animais é crime e o infrator pode sofrer penalidades previstas na Lei de Crimes Ambientais (lei federal 9.605/1998), como detenção de três meses a um ano e multa, podendo ser ampliada caso o animal morra.

De acordo com Priscilla Finamore, fundadora da ONG AMALO, desde a abertura da instituição já foram resgatados cerca de 600 animais e direcionados à adoção. Ela conta que havia aberto, em 2013, um pet shop com hotel para hospedar os bichinhos dos amigos nos períodos de férias, mas como a ocupação das vagas eram esporádicas, Priscilla começou a resgatar animais de rua, que precisavam de abrigo ou cuidados. “Chegou uma época em que percebi que o meu hotel não conseguia mais aceitar hóspedes, então decidi que iria me dedicar a cuidar destes cães e gatos necessitados e criei a ONG AMALO – Associação Amigos dos Animais de Louveira. Na cidade de Louveira, o abandono e os maus-tratos são constantes, com o aumento de animais rejeitados a partir de novembro”, conta.

Em 2018, a ONG resgatou cerca de 200 animais, realizou 47 cirurgias complexas, acompanhou 32 nascimentos, castrou 432 animais e já conseguiu um novo lar para 132 cães e 59 gatos em Louveira e região. “Esta parceria com a Vetnil é de extrema importância, porque nos ajuda a cuidar dos animais. Estamos muito gratos e felizes com esta iniciativa”, complementa Priscilla.

A ONG AMALO é parceira da PETZ Jundiaí nos eventos quinzenais de adoção. Confira as próximas datas: 05 e 19 de janeiro de 2019 (sábados), das 10h às 14h, na Av. Antônio Frederico Ozanan, 3003 (junto ao Atacadista Roldão) – Vila de Vito – Jundiaí – SP. Para mais informações sobre o trabalho da ONG e adoção de pets: www.amalo.com.br.