Atleta do CAD é destaque de superação no Circ. Paraolímpico

2 de junho de 2015

“Mesmo perdendo eu me senti campeão. Só de terminar a prova eu já me senti assim”. Quem lê a frase sem conhecer a história de seu autor Gabriel Neris, pode imaginar uma autodesculpa para seu fracasso. Mas, campeões são feitos de superação. Mais do que vitórias é preciso mostrar a si mesmo que é capaz.

 A história de Gabriel Neris, 15 anos, natural de Bady Bassit (450 km de São Paulo) ganhou as manchete dos principais jornais do país. Ao participar das finais dos 100 metros rasos na etapa de São Paulo do Circuito Caixa Loterias de Paradesporto a prótese que o garoto usa no lugar de sua perna direita soltou-se, levando Gabriel ao chão. A reação dele foi espantosa: levantou, pegou a prótese e seguiu pulando em uma perna só por 85m. Ao perceber o que estava acontecendo, o público começou a aplaudi-lo, assim como os outros atletas que já haviam cruzado a linha de chegada.

 O jovem é atleta do CAD-São José do Rio Preto (Clube dos Amigos Deficientes), que recebe apoio da Vetnil, e já havia conquistado duas medalhas na competição. Uma de ouro no salto em altura e prata no salto a distância.

 “Quando estava no chão senti que tinha que terminar a prova. Senão não ia ser um vencedor. Senti emoção. Foi melhor que ter ganhado a prova”, disse Gabriel aos jornalistas.

 Claudia Neris, mãe de Gabriel, diz que o esporte o ajudou a ter mais motivação. “Foi ali que o Gabriel se encontrou, pois lá ele encontrou pessoas iguais a ele”, conta emocionada.

Gabriel nasceu sem o fêmur e a rótula do joelho. Passou quase dois anos indo a médicos periodicamente até o diagnóstico final: amputação da perna direita. Mas o garoto parece nem se importar. Mostrou isso quando a família atendeu ao conselho da fisioterapeuta de procurar o paradesporto. Logo que chegou ao centro de treinamento se sentiu em casa. Ali encontrou pessoas da mesma idade e com situações semelhantes, treinando e viajando para competir.

O jovem sonha um dia participar de uma Paralimpíada e afirma que após a carreira de paradesportista quer virar promotor. A escolha da carreira é motivada pelo apoio que a mãe recebeu do Ministério Público de São José do Rio Preto.

Faça como o Gabriel e não desista de alcançar seus objetivos!

Confira no link abaixo a preparação do jovem paratleta para o encontro com o ídolo Alan Fonteles em São Paulo e sua participação no programa Encontro com Fátima Bernardes:

https://www.facebook.com/TodoSportsMKT/videos/852772494802294/